Segundo registros oficiais, em 1877

Começam a chegar grandes levas de imigrantes italianos em Santa Maria. 

Em 1º de abril de 1896

é fundada a Società Italiana di Mutuo Soccorso, com o objetivo de dar amparo e material aos imigrantes pobres, além do cultivo da cultura e das tradições italianas.

Em 1º de outubro de 1897

a Società se instalou na parte superior do prédio nº 89 da então rua do Comércio (hoje Dr. Bozano). Em 30 de agosto de 1898 a entidade adquiriu um terreno confrontante com a antiga praça Tiradentes, (hoje esquina da rua Vale Machado com rua Otávio Binato) onde construiu sua primeira sede própria.

Em 30 de agosto de 1898

a entidade adquiriu um terreno confrontante com a antiga praça Tiradentes, onde construiu sua primeira sede própria. Atualmente há ainda a fachada do prédio (um pouco modificada) na esquina da rua Vale Machado com a rua Otávio Binato.

Em 29 de junho de 1911

O prédio foi vendido em 29 de junho de 1911 à Mitra Diocesana, onde funcionou o Bispado, mais tarde o Pensionato Santa Teresinha.

Em 25 de setembro de 1911

foi comprado o terreno da Rua do Acampamento, dando início à  construção do edifício de dois andares, projeto de Isidoro Grassi, que foi inaugurado em 1914.

Em 1931 inaugurou

uma cancha de bolão e duas de bocha para atender aos sócios praticantes destes esportes.

Em 23 de março de 1922

foi aprovado o Estatuto da Associação Italiana de Santa Maria, que unificou todos os movimentos existentes em uma única entidade.

Em 1932 surge o

Grupo Corale Arrigo Boito, sob a direção do maestro Garibaldi Poggetti.

No período de 1937 a 1941 

o salão de festas da Società abrigou a Biblioteca Pública Municipal, por falta de outro espaço para seu funcionamento. Com a entrada do Brasil na 2ª Guerra Mundial ao lado dos aliados, o governo brasileiro dissolve todas as associações italianas, expropria seus bens e proíbe a todos o uso da língua italiana.

Em 10 de maio de 1942

A Società fecha suas portas e em 10 de maio de 1942 sua diretoria é obrigada a fazer “doação voluntária e gratuita” de seus bens ao Estado, consumada em 19 de abril de 1943, quando foi assinada a escritura pública de doação do prédio da rua do Acampamento. Nele funcionou por muitos anos um Posto de Saúde da Secretaria de Saúde do Estado do RS.

A partir de 1985 surge

um movimento para gerar uma instituição a fim de congregar os descendentes de italianos residentes em Santa Maria.

Em 25 de julho de 1985 

foi criada a Sociedade de Cultura Italo-Brasileira Dante Alighieri.

Em 18 de abril de 1989 

foi criado o Grupo Folclorístico Felic’Italia.

Em 1994 foi iniciado

o movimento para reconquistar a sede própria, na rua do Acampamento nº 255, que havia sido tomada pelo Estado em 1942.

Em dezembro de 1997

a Assembleia Legislativa Estadual aprovou por unanimidade a lei que autorizou o Executivo Estadual a formalizar a devolução do imóvel à Associação Italiana de Santa Maria. O prédio foi entregue em abril de 1998.